Instituição

  • História
  • Missão, Visão e Valores
  • Órgãos Sociais
  • Equipa
  • Organograma
  • Ser Associado
  • Estatutos
  • Relatório e Contas
  • Editais
  • RGPD (dados pessoais)

O Centro Social, Recreativo e Cultural de Vilar de Maçada tem nas suas origens mais remotas na generosidade da família Campos, quando a mesma resolve doar à Congregação Religiosa da Irmãs das Escolas Religiosas, com sede em Barcelos, o actual terreno e casa onde se situa a Instituição, tendo essa Congregação, por desejo expresso dos doadores, o dever de ai criar uma Escola de Arte e Ofícios, para os jovens da Freguesia.
Os anos passaram-se e o referido projecto não se concretizou, sendo que esta Congregação resolveu optar pela venda da quinta, o que despertou a atenção do então Presidente da Câmara Municipal de Alijó, Dr. Aníbal Ferreira, iniciando então o processo que levou a aquisição por esta entidade, da referida quinta, no dia 16 de Novembro de 1981. Constata-se pelo Livro de Actas de então, que a primeira reunião da Associação ocorreu no dia 28 de Fevereiro de 1984, tendo como ordem de trabalhos: "Escolha do pessoal a contratar, tem em vista o funcionamento do Infantário, cuja abertura está prevista para o mês de Março. Programação detalhada de todos os pormenores com vista à abertura do Infantário com 30 crianças, no prazo previamente estabelecido.
Determinação do vencimento a pagar a todas as pessoas admitidas."
Decidiu-se ainda a abertura do Infantário para o dia 12 de Março de 1984. Assinam esta acta na qualidade de Presidente o Sr. Padre Hermínio Gonçalves e na sua qualidade de Secretários Sr. Mário Sampaio e Sr. Alfredo do Muro Carvalho Monteiro. O passo seguinte foi o de se constituir legalmente a Instituição, o que ocorreu no dia 30 de Abril de 1984, no cartório Notarial de Alijó, onde nasceu então o Centro Social, Recreativo de Vilar de Maçada, que tinha como fim " Actividades de segurança social, designadamente mantendo um Jardim de Infância ou Infantário" .

Estamos a trabalhar para o futuro da Instituição e da Freguesia.    

 

 

                                 

Missão:

A missão do Centro Social, Recreativo e Cultural de Vilar de Maçada é prestar um serviço de qualidade, adequado a cada utente, respondendo às suas necessidades e superando as suas expectativas.

Visão:

Ser uma Instituição de referência e excelência, reconhecida pelos serviços que presta. Criar novas respostas e melhorar as existentes para que cada dia seja um passo ao encontro dos requisitos da Comunidade.

Estratégia:

Apostar na melhoria contínua da qualidade dos serviços e aumentar a oferta de respostas de acordo com as expectativas da Comunidade. Investir no desempenho dos colaboradores, encarando-os como peças fundamentais para alcançar a excelência dos serviços prestados.

 

Valores:

Os principais valores da Instituição são:

  • Respeito pela dignidade da pessoa humana- temos por dignidade da pessoa humana a qualidade intrínseca e distintiva de cada ser humano que o faz merecedor do mesmo respeito e consideração por parte da nossa instituição e comunidade, implicando, neste sentido, um complexo de direitos e deveres fundamentais que asseguram a pessoa tanto contra todo e qualquer ato de cunho degradante e desumano, como venham a lhe garantir as condições existenciais mínimas para uma vida saudável, além de propiciar e promover a sua participação ativa e co-responsável nos destinos da própria existência e da vida em comunhão com os demais seres humanos.
  • Espírito de convivência, partilha e solidariedade- É o fator decisivo de trabalho em comum, tendentes à valorização integral dos indivíduos.
  • Aperfeiçoamento cultural, espiritual e moral de todos os clientes- promovemos a cultura de cada individuo, respeitando a sua espiritualidade, crença e moralmente atribuímos conceitos primordiais para a sua integração e valoração;
  • Cooperação- promovemos a partilha e trabalhamos, em conjunto, para os mesmos objetivos. O envolvimento de todos e o trabalho em equipa são fundamentais para o bom funcionamento do Centro.
  • Dedicação, diálogo, ética, inovação e responsabilidade social- Intervimos com dedicação de forma empreendedora, implementando respostas adaptadas às necessidades identificadas. Valorizamos o desenvolvimento de competências dos nossos colaboradores, apostando na atualização constante das estratégias e práticas de atuação, desenvolvendo diálogo entre partes e ética no serviço prestado. Coragem e humildade;
  • Valorização integral dos indivíduos, das famílias e da comunidade- temos por base valorizar e melhorar a qualidade de vida e de saúde a  todo o ser humano  e as suas famílias  tal como à comunidade envolvente.

     

    Política da Qualidade:

  1. Promover o desenvolvimento global com base na promoção social e cultural minimizando as carências da comunidade envolvente.
  2. Garantir uma prestação de serviços qualificada, competente e certificada de forma a satisfazer as necessidades dos utentes e respectivas famílias, colaboradores e fornecedores bem como da comunidade em geral.
  3. Investir numa parceria contínua com as entidades locais, de carácter privado e social, de forma a prestar serviços sociais e comunitários adequados.
  4. Promover um sistema de comunicação aberto, simples e constante com os clientes/famílias, colaboradores, autarquias, comunidade e meio ambiente;
  5. Cumprir e adequar a Instituição à legislação em vigor.
  6. Satisfazer as necessidades e expectativas dos utentes.
  7. Valorizar o trabalho em equipa, contribuições individuais, incentivando a participação de todos, preparando e implementando acções que visam a melhoria da Qualidade.
  8. Gerir eficazmente o Sistema de Gestão da Qualidade.

     

     

     

     

Direção

Presidente: Luís Miguel Ferreira de Carvalho

Vice-presidente: Rafaela Maria Cruz Vilela Leal

Secretário: Luís Miguel Catarino Gonçalves da Fonte

Tesoureiro: Carlos Manuel Machado Magalhães

Vogal: Rui Manuel Sousa Carvalho

Suplentes da Direção

José Artur Teixeira Botelho

Igor Miguel Rodrigues Nóbrega

Márcio José Fernandes Teixeira

Maria Irene Pereira Fraga Pereira

António Joaquim Cerdeiral Brites

 

Assembleia-geral

Presidente: Margarida Maria Teixeira Fernandes Magalhães

1º Secretário: Francisco António Valentim Barros Mesquita

2º Secretário: Maria Fernanda Borges T. Vidazinha

Suplentes da Assembleia-geral

Carlos Manuel Sampaio Marinho

Rui Manuel Catarino Gonçalves Ribeiro

Maria de Fátima Coelho Brites

 

Conselho Fiscal

Presidente: Maria Fátima Costa Mota

Vogal: Marco André dos Santos Carvalho

Vogal: Luis Artur Cruz Morais

Suplentes do conselho Fiscal

António Serafim Rodrigues Veiga Carvalho

António Mário Sequeira

Ana Márcia Coelho Brites

Equipa Técnica:

- Diretora de Serviços, Psicomotricista, Enfermeira, Educadora Social, Animadora Sócio Cultural, Escrituraria.

 

 

Equipa Operacional: 

- Ajudantes de Ação Direta; Trabalhadoras Auxiliares; Encarregada de Serviços; Cozinheiras, Auxiliares de Cozinha.
 

Proposta de admissão de sócio:

Imprima a ficha de associado e envie para a morada da Instituição, em breve os serviços entrarão em contacto consigo.

 

Ficha de Associado AQUI.

 

 

 

 

Conheça os nossos estatutos clicando AQUI.

CONFORME DECRETO LEI nº 112-A/2014

 

- Conheça o Relatório de Contas do Ano de 2016 clicando AQUI.

 

- Conheça o Relatório de Contas do Ano de 2017 clicando AQUI.

 

- Conheça o Relatório de Contas do Ano de 2018 clicando AQUI.

Não existe conteúdo para apresentar...

Este website usa cookies para melhorar a experiência do utilizador. Ao continuar a utilizar o website, assumimos que concorda com o uso de cookies. Aceito Ler Mais